Reino Unido lança esquema de subsídio para incentivar retorno da população aos restaurantes

Realização: Governo do Reino Unido

País: Reino Unido

Como forma de incentivar a população a voltar a frequentar restaurantes, o governo do Reino Unido lançou em agosto de 2020 o esquema “Eat Out to Help Out” (Comer fora para ajudar, em tradução literal) em que paga metade das contas dos restaurantes dos clientes.

O esquema prevê que qualquer pessoa que visitar um restaurante, café ou pub participante do programa às segundas, terças e quartas-feiras durante o mês de agosto tem direito ao desconto de 50% na conta. O desconto se aplica a todos os alimentos e bebidas não alcoólicas consumidos nos estabelecimentos, com valor máximo de £ 10 (cerca de 70 Reais, considerando a conversão atual) por pessoa.

O subsídio é uma forma encontrada para proteger os empregos no setor de hospitalidade – que foi duramente atingido pelo Coronavírus.

 

Prefeitura do Rio de Janeiro realiza Live para adoção de animais durante isolamento social

Realização: Prefeitura do Rio de Janeiro

País: Brasil

Em julho de 2020, a Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Subsecretaria de Bem-Estar Animal (Subem) realizou uma Live de Adoção no Facebook, em que apresentava virtualmente 50 cães e gatos resgatados e cuidados pelo município disponíveis para adoção.

O novo método de adoção lançado pela prefeitura visava a proteger as pessoas durante o surto de Covid-19. Antes do isolamento social, a Subsecretaria rodava parques e praças com sua campanha de adoção. Porém, para evitar aglomerações, os bichinhos passaram a ser apresentados ao vivo, com o vídeo do resgate de cada um e as explicações sobre sua história, seu comportamento, a guarda responsável e a adaptação no pós-adoção.

Para adotar, os interessados deveriam acompanhar a Live e passar por uma entrevista. Caso fossem aprovados, o animal era entregue na casa do adotante, já castrado, vacinado, vermifugado e com microchip de identificação.

 

Uma pequena cidade em Washington está imprimindo sua própria moeda durante a pandemia

Realização: Prefeitura de Tenino, Washignton, EUA

País: Estados Unidos

O que acontece quando uma cidade cria sua própria moeda social? Em uma tentativa de diminuir o golpe do Covid-19, a cidade de Tenino começou a emitir seus próprios dólares de madeira que só podem ser gastos em empresas locais.

O prefeito da cidade, Wayne Fournier decidiu que Tenino reservaria US$ 10 mil para doar a moradores de baixa renda feridos pela pandemia. Mas, em vez de usar dólares federais, ele imprimiu o dinheiro em finas folhas de madeira projetadas exclusivamente para uso em Tenino. E utilizou uma impressora de jornal de 130 anos de um museu local. A ideia central de Fournier é extraída da própria história de Tenino.

Durante a Grande Depressão, a cidade imprimiu conjuntos de dólares de madeira usando exatamente a mesma impressora de jornal de 1890. Em um ano, a moeda de madeira ajudou a reviver a economia.

Ao restabelecer a moeda antiga agora, Fournier se tornou parte de um movimento muito maior. Com as empresas preocupadas em manter as luzes acesas e as pessoas lutando para conseguir gastar dinheiro, as comunidades têm se esforçado para manter suas economias locais à tona. Então, eles reviveram uma estratégia antiga: na dúvida, imprima seu próprio dinheiro. Hoje, essas chamadas “moedas locais” podem ajudar as pequenas comunidades a se recuperarem das consequências econômicas do Covid-19.

 

Milão anuncia plano para incentivar ciclismo e viagens a pé após fim do confinamento

Realização: Governo de Milão

País: Itália

Em abril de 2020, a administração de Milão, na Itália, anunciou o ‘Strade Aperte’ (Rua Aberta, em tradução livre) plano do município para a mobilidade e o uso do espaço público no pós-confinamento provocado pela pandemia do Coronavírus.

A cidade anunciou que 35 km de suas ruas serão transformadas durante o verão Europeu visando incentivar viagens a pé, de bicicleta e scooter e otimizar o uso do espaço público. Entre as medidas previstas pelo plano estão a criação de novas ciclovias, aumento do número de vias com velocidade moderada e a expansão dos caminhos para pedestres através do aumento das calçadas.

Além disso, o plano também busca facilitar a possibilidade de colocar mesas para bares e restaurantes em áreas externas públicas, a fim de recuperar parte da capacidade perdida no interior dos estabelecimentos em função das restrições de espaçamento.

 

Governo francês libera pacote para incentivar ciclismo após o fim da quarentena

Realização: Governo Francês

País: França

Em abril de 2020, o governo francês anunciou a criação de um fundo de 20 milhões de euros para incentivar os franceses a usarem bicicletas no período pós-quarentena do Coronavírus.

O dinheiro do fundo, administrado pelo o Ministério da Transição Ecológica e Inclusiva, será usado para pagar um incentivo de 50 euros por pessoa, via exclusão de impostos, para aqueles que quiserem financiar reparos em suas bicicletas. O montante também será usado para dar suporte aos custos de instalação de vagas temporárias de estacionamento de bicicletas e para dar treinamento àqueles que desejam aprender a andar de bicicleta com segurança.

 

Governo australiano lança app de rastreamento de infectados

Realização: Governo Australiano

País: Australia

O governo australiano lançou um aplicativo de rastreamento do coronavírus em meio a preocupações de privacidade. O aplicativo de rastreamento COVIDSafe faz parte da estratégia do governo para identificar, rastrear e isolar pessoas infectadas além das restrições de distância física.

O aplicativo ajuda a encontrar contatos próximos de casos COVID-19, também as autoridades de saúde do estado e do território a contatar rapidamente pessoas que possam ter sido expostas ao COVID-19. O aplicativo COVIDSafe acelera o processo manual atual de encontrar pessoas que entraram em contato próximo com alguém com o vírus.

 

Amsterdã adota modelo de ‘doughnut’ para reconstrução econômica pós-coronavírus

Realização: Prefeitura Amsterdã

País: Países Baixos

Autoridades holandesas e a economista britânica Kate Raworth, do Instituto de Mudança Ambiental da Universidade de Oxford, usam guia criado pela economista para ajudar a cidade a prosperar pós pandemia. Modelo tem como objetivo a busca do equilíbrio entre as necessidades econômicas de países, cidades e pessoas e os recursos ambientais disponíveis.

 

Governo brasileiro vai monitorar celulares para conter pandemia

Realização: Governo Federal

País: Brasil

O governo brasileiro vai passar a ter acesso a dados das operadoras de celulares para identificar aglomerações de pessoas em todo o país. Utilizando a geolocalização do celular, ferramenta que checa aglomerações e deslocamentos atingirá 222 milhões de linhas. Recurso será usado pelo Ministério da Saúde em políticas públicas. Dados serão fornecidos pelas empresas de telecomunicações Algar, Claro, Oi, TIM e Vivo.

Ao longo do avanço da pandemia, tem ganhado força o debate em torno de medidas que utilizam dados pessoais e sistemas de vigilância para combater o vírus. Até onde o interesse coletivo pode avançar sobre o individual?

Para parte dos especialistas e das autoridades, o debate sobre o direito à privacidade nesse momento não é apenas irrelevante como também pode ser fatal. O lado oposto aponta o risco da instalação de um Estado de vigilância permanente em nome de um bem comum e em detrimento do direito à privacidade.

 

Departamento de defesa de Israel converte radar militar em detector de Covid-19

Realização: Parcerias

País: Israel

O departamento de defesa de Israel em parceria com outras duas organizações da área de defesa, a Israel Aerospace Industries (IAI) e a Elbit Systems, está trabalhando para reajustar sistemas de radares militares projetados para defender Israel contra ataques terroristas para detectarem coronavírus em corpos humanos. Oficiais do Ministério da Defesa do país anunciaram que a tecnologia permitirá medir sinais vitais de pacientes, incluindo pulso, freqüência respiratória e temperatura, e detectar padrões que indicam uma provável infecção por Covid-19.

 

Portugal concede direitos de cidadão a migrantes e requerentes de asilo durante surto do Coronavírus

Realização: Governo de Portugal

País: Portugal

Em março de 2020, o governo de Portugal determinou que todos os imigrantes com pedidos de autorização de residência pendentes no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) passam a estar em situação regular e a ter acesso aos mesmos direitos que todos os outros cidadãos, incluindo apoios sociais. A medida abrange também os requerentes de asilo.

Primeira ministra da Noruega realiza coletiva de imprensa específica para crianças

Realização: Governo Noruega

País: Noruega

A primeira-ministra da Noruega, Erna Solberg, organizou uma conferência de imprensa para conversar especialmente com as crianças do seu país sobre o coronavírus. Durante trinta minutos, ela e dois de seus ministros responderam à perguntas enviadas pelas crianças sobre o Covid-19. Em uma das respostas, confortou os pequenos ao dizer que “está tudo bem sentir medo, mas no final, tudo ficará bem“.